A Sentença Sobre Actos De Jihad Através De Suicídio

Pergunta: Qual é a sentença em relação a actos de jihad através de suicídio, tais como fixar explosivos a um carro e assaltar o inimigo, em que ele [aquele que comete jihad através de suicídio] sabe sem dúvida que ele irá de morrer como resultado dessa acção?

Resposta: Na verdade, a minha opinião é que ele é considerado como aquele que se matou a si próprio (se suicidou), e como resultado ele deve ser punido no Inferno, pelo que foi autenticado sobre a autoridade do Profeta (sal-Allaahu ‘alyhi wa sallam):

“De verdade, quem quer que (intencionalmente) se mate a si próprio, então certamente ele será punido no Fogo do Inferno, onde ele deve habitar para sempre.” [Bukhari, 5778 e Muslim, 109 e 110].

No entanto, aquele que é ignorante e não sabe, e assume que a sua acção foi boa e agradável a Allah, O Altíssimo, então esperamos que Allah, O Altíssimo lhe perdoe por aquilo que ele fez por (ignorância) ijtihaad (decisão pessoal), apesar de mesmo assim eu não achar nenhuma desculpa para ele hoje em dia. Isto porque este tipo de suicídio é bastante conhecido e ampla a difusão entre as pessoas, portanto é o dever de essa pessoa perguntar às pessoas de sabedoria (estudiosos) no que diz respeito a isto, até que a orientação certa para ele é diferenciada da errada.

E o que é surpreendente é que estas pessoas matam-se a si próprias, apesar de Allah o ter proibido, como Ele, O Altíssimo diz:

“… E não vos mateis. Por certo, Allah, para convosco, é Misericordiador. E a quem o faz, com agressão e injustiça, fá-lo-emos entrar no fogo. E isso, para Allah é fácil.” [Surah an-Nissa: 29]

E muitos entre eles não desejam nada mais do que vingança ao inimigo, por qualquer meio, seja ele halal ou haraam. Portanto eles só querem satisfazer a sua sede de vingança

Pedimos a Allah que nos abençoe com clarividência do Seu Din e acções que lhE satisfaçam, verdadeiramente, e Ele é O Todo-Poderoso sobre todas as coisas.

Por: Shaykh Muhammad Ibn al-Salih al-’Uthaymin
Fonte: Fragmento retirado do livro “Kayfa Nu’aalij Waaqi’unaa al-Alim”, página 119
Fonte de Tradução: http://www.fatwaislam.com/fis/index.cfm?scn=fd&ID=526
Nota: Ver também: http://www.spubs.com/sps/sp.cfm?subsecID=MNJ14&articleID=MNJ140003&articlePages=1

Esta entrada foi publicada em Islam Contra Terrorismo & Extremismo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *