Mal-Entendido: Os Muçulmanos Odeiam Jesus

Muitos não-Muçulmanos são surpreendidos ao descobrir que segundo a crença Muçulmana, Jesus, o filho de Maria, é um dos maiores mensageiros de Deus. Os Muçulmanos são ensinados a amar Jesus, e uma pessoa não pode ser um Muçulmano sem acreditar no nascimento virgem e os milagres de Jesus Cristo, que a paz esteja com ele.

Os Muçulmanos acreditam nestas coisas sobre Jesus não devido à Bíblia ou a outra religião, mas simplesmente porque o Sagrado Alcorão diz estas coisas sobre ele. No entanto, os Muçulmanos enfatizam sempre que os milagres de Jesus, e todos os outros profetas, foram por “a permissão de Deus”. Muitos Cristãos sentem-se a não acreditar que Jesus é o “Filho de Deus”, “Deus Encarnado” ou a Terceira Pessoa” da Trindade. Isto é porque o Alcorão diz claramente que Deus O Todo-Poderoso não tem um “Filho — nem alegoricamente, fisicamente, metaforicamente, ou metafisicamente.

O Puro Monoteísmo do Islam rejeita a noção de “definir” Deus (o que é basicamente o que a “Doutrina da Trindade” faz), dizendo que alguém é “como” Deus ou igual a ele, ou rezando para alguém além de Deus. O Islam, ensina também que títulos como “Senhor” e “Salvador” são devidos apenas somente para Deus.

Para evitar mal-entendidos, convém esclarecer que quando os Muçulmanos criticam a Bíblia ou os ensinamentos do Cristianismo, eles não estão a atacar a “Palavra de Deus” ou Jesus Cristo, que a paz esteja com ele. De um ponto de vista Muçulmano, eles estão a defender a Palavra de Deus — que eles têm na forma do Alcorão. O criticismo Muçulmano é dirigido às escrituras que algumas pessoas afirmam ser a Palavra de Deus, mas os Muçulmanos simplesmente não aceitam as suas afirmações de que eles (os escritos) são realmente a palavra de Deus em total. Além disso, as doutrinas Cristãs como a Trindade e a Expiação são justamente criticadas por Muçulmanos porque elas não são originárias de Jesus, que a paz esteja com ele.

Desta forma, os Muçulmanos são os verdadeiros seguidores de Jesus, que a paz esteja com ele, porque eles defendem-no dos exageros dos Cristãos e ensinam o Puro Monoteísmo que Jesus próprio seguiu.

Fonte: SPubs.Com | MSC010007

Esta entrada foi publicada em Mal-Entendidos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *