Os Tipos De Coração

Os Tipos De Coração

Da forma como o coração pode ser descrito em termos de estar vivo ou morto, pode ser também considerado como pertencente a um dos três tipos; estes são o coração saudável, o coração morto, e o coração doente.

O Coração Saudável

No Dia da Ressurreição, só aqueles que vêm a Allah com um coração saudável serão salvos. Allah diz: “Um dia, quando a ninguém beneficiarem nem riquezas nem filhos, exceto a quem chegar a Allah, com coração imaculado.” [Surah ash-Shura (26) 88-89]

Ao definir o coração saudável, foi dito o seguinte: “É um coração limpo de qualquer paixão que desafia o que Allah comanda, ou disputa o que Ele proibiu. É livre de quaisquer impulsos que contradizem a Sua bondade. Como resultado, é salvaguardado contra a adoração de qualquer outra coisa além Dele, e procura o veredito de ninguém exceto aquele do Seu Mensageiro (sallallaahu ‘alayhi wa sallam). Os seus serviços são reservados exclusivamente para Allah, com vontade e amor, e com confiança total, relacionando todas as questões a Ele, com temor, esperança e dedicação sincera. Quando (esse coração) ama, o seu amor é no caminho de Allah. Se detesta, ele detesta o que Ele detesta. Quando dá, dá para Allah. Quando esconde, esconde para Allah. No entanto, tudo isto não basta para a sua salvação até que ele (o coração) seja livre de seguir, ou tomar como o seu guia, outro do que o Seu Mensageiro (sallallaahu ‘alayhi wa sallam).” Um servo com um coração saudável deve dedicá-lo ao fim da sua viagem e não basear as suas ações e fala sobre qualquer outra pessoa exceto o Mensageiro de Allah (sallallaahu ‘alayhi wa sallam). Ele não deve dar precedência a qualquer outra fé ou palavras ou ações sobre aquelas de Allah e o Seu Mensageiro, que Allah o abençoe e lhe garanta paz. Allah diz:

“Ó vós que credes! Não vos antecipeis a Allah e a Seu Mensageiro. E temei a Allah. Por certo, Allah é Oniouvinte, Onisciente.” [Surah al-Hujurat (49): 1]

O Coração Morto:

Este é o oposto do coração saudável. Ele não conhece o seu Senhor e não Lhe adora como Ele lhe comanda, de uma forma que Ele gosta, e com que Ele está satisfeito. Ao contrário disso apega-se às suas paixões e desejos, mesmo se estes forem susceptíveis de incorrer o desagrado e a ira de Allah. Ele adora outras coisas além de Allah, e o seu amor e ódio, e o seu dar e esconder, surgem dos seus desejos, que são de uma importância fundamental para ele e preferidos sobre a satisfação de Allah. Os seus desejos são o seu imam. As suas paixões o seu guia. A sua ignorância o seu líder. As suas incentivações cruéis são o seu impulso. Ele está imerso na sua preocupação com assuntos mundanos. Está bêbado com as suas próprias fantasias e o seu amor por os seus prazeres apressados e precipitados. É chamado para Allah e para o akhira de uma distância mas não responde a conselhos, em vez disso segue qualquer shaytaan conspirador e astuto. A vida irrita-o e agrada-o, e a paixão torna-o surdo e cego (1) para tudo exceto o que é maléfico.

Associar-se e manter companhia com o proprietário de tal coração é para seduzir doença: viver com ele é como tomar veneno, e fazer amizade com ele significa destruição total.

O Coração Doente

Este é um coração com vida nele, como também doença. O primeiro sustenta-o num momento, o último noutro momento, e ele segue qualquer um dos dois que consiga dominá-lo. Tem amor por Allah, fé Nele, sinceridade para com Ele, e confiança sobre Ele, e isto é o que lhe dá vida. Ele também tem um desejo por luxúria e prazer, e prefere-lhos e esforça-se para experimentá-los. Está cheio de auto-admiração, que pode lever à sua própria destruição. Ele escuta de dois chamadores: um que o chama para Allah e o Seu Profeta (sallallaahu ‘alayhi wa sallam) e o akhira; e outro chama-o para os prazeres passageiros deste mundo. Ele responde a qualquer um dos dois que tenha mais influência nele naquele momento.

O primeiro coração está vivo, submetido a Allah, humilde e consciente; o segundo é frágil e morto; o terceiro oscila entre a sua segurança ou a sua ruína.


Notas:

1 – Foi relatado sobre a autoridade de Abu’d-Darda’ que o Mensageiro de Allah (sallallaahu ‘alayhi wa sallam) disse, “O teu amor por algo torna-te cego e surdo.” Abu Daw’ud, al-Adab, 14/38; Ahmad, al-Musnad, 5/194. O hadith foi classificado como hasan.

Fonte: SPubs.Com | TZK020001

Leia também: A Cativação E Aprisionamento Do Coração Por Pecar

Esta entrada foi publicada em Targhib E Tarhib. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *